Total de visualizações de página

sábado, 21 de abril de 2012

PALAVRA


Palavra

Ainda posso descobrir
Antes de ir
É mais forte quem sabe mentir

Mas antes quero honras
do que consegui ser ...
Quero meu assunto versado
na pauta

Coração intrigado que fala
Velório vazio sepultado tempo
Num último suspiro chamo
Num pulsado coração

Cigano coração
Sem autorização, pára,
Padre
da paroquia ausente ...
Num perdoado feriado ... pecando

Doente, se vai ferido ainda ..
pulsando num nome tatuando ...
Vai o famigerado num feriado ...
Num tremendo feriado ...

Onde ninguém estava presente
para chorar
Esqueceu a alma de acordar ...
afinal... era feriado
Em volta, sem entender o cigano,
coração parando....
corpo gelado ... abandonado
No mármore, rósea a face ... e um
riso debochado ...sem palavra ..
Era feriado

sulla fagundes


Nenhum comentário: